Top 10 – Guitarristas (Safados)

Esse seria um Top Clichê e com discussões eternas e muito malas nos comentários se fosse naqueles sites especializados… mas como aqui é a pura NEFANDAGEM, temos um convidado mais que especial pra fazer comentários precisos no assunto (e a seleção da música pra cada guitarrista), o senhor Gayller Bodes, ou se preferir Miller Borges.

Introduzindo Gayller: É um dos grandes nomes da Guitarrada mundial e criador de um tom fundamental no prog brasileiro: MillerBmol. Então fica aqui uns vídeos dele com Los Bonillas e Transcendent (O prog brasileiro só tem cuzão, mas o Transcendentê é campeão).

Então… bora la:

#10 Luca Turilli (Rhapsody of Fire)
(http://www.youtube.com/watch?v=3WGzr9s4mGM)

Ele é exatamente o que o neoclássico não poderia se tornar. Arpegios na velocidade da luz totalmente gratuitos (Nota do Blogueiro: Arpegios na velocidade da luz NUNCA são gratuitos haha), que banalizam totalmente a técnica. Seus riffs são medianos e muitas vezes engolidos por orquestrações. Apesar de tudo isso, Luca Turilli era o mentor por trás do Rhapsody, logo, criador do Hollywood Symphonic Power Bombastic Metal, além de ter o melhor sotaque de todos os tempos. Por ser tão SAFADO, garante seu lugar na lista.

PS: sotaque aos 00:56 de http://www.youtube.com/watch?v=oGXyzNjnHCk (Nota do Blogueiro: To morrendo com esse vídeo HAHAHA)

#9 John Norum (Europe)
(http://www.youtube.com/watch?v=v_Xg2N8RGxc)

Só ele pode tocar “mais EurÓpe” com total propriedade (PONTO).

(Nota do Blogueiro: Tem que tocar mais Európe mesmo)

(NB: Tem que tocar mais Final Countdown, tocar mais Rock The Night, mais Cherokee, mais Scream of Anger…)

#8 Reb Beach (Winger e outras 21408742 bandas)
(http://www.youtube.com/watch?v=yPcIi_SSick)

Praticamente um Richie Sambora lado B. Reb Beach possui técnica apurada, tapping que deixariam qualquer EVH muito orgulhoso, muito bom gosto ao fazer arranjos, e é também muito popular e gente boa, afinal todo mundo quer tocar com ele (Winger, Whitesnake, Alice Cooper, Dokken etc). Solo fodástico como escolha.

(Nota do Blogueiro: MIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIILES AWAY)

#7 Steve Vai (DUH!)
(http://www.youtube.com/watch?v=Yw74sDWPH7U)

Alienígena? Emissário de deus (ou do diabo)? A única coisa que se sabe é que Steve Vai não é normal. Como possui dedos que o impedem de ser urologista, Steve já foi Jack Butler no cinema – deixando Daniel San no aperto – compositor de trilhas sonoras, guitarrista da banda de David Lee Roth, Whitesnake, substituto de um tal de Lars no Alcatrazz, e principalmente um hipnotizador em sua carreira solo. Como se não bastasse, em uma brincadeira de “banda” no álbum “Sex and Religion”, ainda fez o favor de apresentar Devin Townsend ao mundo. Seria óbvio demais “For the Love of God” como música, portanto, fica outra tão boa quanto mas menos conhecida (Nota: Tender Surrender deve ser o melhor som da carreira do Vai mesmo).

#6 Matt Bellamy (Muse)
(http://www.youtube.com/watch?v=91QdO4UDmIE)

Mais que guitarrista, o “pouco lábio” do Muse é monstro cantando, compondo, e provavelmente em qualquer outra coisa que se disponha a fazer. Riffs com influências que vão do grunge ao progressivo, timbres inusitados e arranjos de muito bom gosto fazem dele uma das maiores influências da guitarra moderna. Desbanca facilmente o “queridinho da mídia/nada de mais além de esquisito” Jack White no posto de Guitar Hero dos anos 2000.

PS: o cara é tão bom como guitarrista que sabe se omitir quando necessário, logo, o vídeo é de uma música sem guitarra.

#5 Joe Satriani (Chickenfoot e… DUH!)
(http://www.youtube.com/watch?v=FclrtPUquhQ)

O G3’s boss é conhecido internacionalmente como grande guitar hero e também como professor de grandes celebridades da guitarra como: Steve Vai, Alex Skolnick, e a ovelha negra Kirk Hammet. Satch tem como grande característica compor melodias tão grudentas que uma foi até alvo de “inspiração” para um dos maiores hits do Coldplay. Logo, a escolha é “Viva La Vida”, digo, “If I Could Fly”. Só não fica em lugar mais elevado na lista porque não ensinou o guitarra “solo” do Metallica a usar wha-wha direito.

#4 Ross The Boss (ETERNO MANOWAR)
(http://www.youtube.com/watch?v=D2hE4XO8rF4)

Manowar - Joey DeMaio & Ross The Boss 1987  (Original Poster)

Mítico. Afinal, foi o guitarrista da formação clássica do Manowar, o que, por si só, já justifica sua presença em qualquer top 10 sobre qualquer assunto. Entre muitas fotos com modelitos de couro e bem cavados, brigas de maça e espadas, Ross ainda teve a função de escrever bons riff utilizando a Santíssima Trindade do Metal (Dó, Ré, Mi) e agüentar um baixista que acha que é guitarrista (Nota do Blogueiro: Baixista tem que tocar um baixo). Outro detalhe é seu nome artístico, talvez o melhor de todos os tempos.

(Nota: é fantástico que ele tenha voltado a atividade do PURO METAL VERDADEIRO DO AÇO)

#3 Paul Gilbert (Mr. Big)
(http://www.youtube.com/watch?v=mHGv5FCS2j8)

Paulo Gilberto é o cara. SejE no seu “Judas wannabe”, o Racer X, ou no Mr. Big (Nota: Também na sua divertidíssima carreira solo hehe), ele sempre faz a diferença. Um dos reis da palhetada alternada, PG consegue aliar à técnica muito feeling e extremo bom gosto (Nota: some isso ao seu senso de humor duvidoso haha). Tanto é que muitos consideram um desrespeito a formação do Mr. Big sem sua presença (mesmo a fase Kotzen tendo grandes canções mela cuecas). Ressalta-se que até hoje faz música relevante, como é o caso de “Undertow”.

(Nota: Vamos ver se num futuro proximo teremos o mestiço japonês Gilbert mitando igual o pai haha)

Ps: menção para seu solo em “While My Guitar Gently Weeps”, que é ABSURDO.http://www.youtube.com/watch?v=s2Xi8BHwGpg

#2 Richie Sambora (B** J***)
(http://www.youtube.com/watch?v=1gCmkGIGVSE)

Grave um solo como Always / Bed of Roses e garanta um futuro desses

Feeling, técnica usada na medida, excelentes backing vocals e composições memoráveis = 2º lugar da lista.  Compositor das maiores baladas românticas do rock, Sambora, apesar de ser brega (Nota do Blogueiro: Brega? Nunca, é SEXY… olha a felicidade da moça na foto), agrada desde vovós até netinhas – e muitos barbados. Renato Gaúcho das seis cordas.

Ps: menção para Wanted Dead Or Alive  

(Nota: A Carreira Solo de Richie também é bem safada, mesmo o cd solo novo não sendo tão digno o cara tem crédito de sobra :P)

Mas não tem como né… no Top só podia ser o MOZART DA ELETRICIDADE.

#1 Yngwie Johann Malmsteen
(http://www.youtube.com/watch?v=SAsHFSrh0i8)

Ele é caricato, arrogante, e se veste como uma cigana velha. Ainda assim, o que se destaca no porco sueco é sua genialidade perante as seis cordas, o que fez dele uma das maiores influências para os principais guitarristas que se destacaram na segunda metade dos anos 80 em diante. Apesar disso, o gordinho voador tem muitos detratores – a maioria guitarristas que não conseguem executar nem ao menos uma frase de sua autoria. Diante de tanta polêmica e safadeza, nada mais justo que o lugar mais alto do podium.

Agradeço o Senhor Miller Borges por sua grande contribuição. abs

Sobre Jespinho

Sub-Sub-Sub-Celebridade, Ranzinza, Resmungão, Puto, Apreciador/Pseudoentendedor de Cerveja, Apreciador de Futebol e Basquete Pragmático. Um dos piores guitarristas que você verá na vida... Entusiasta de Desafinadas nos Karaokes da Liberdade.
Esse post foi publicado em Farofada, Guitarra, TOP, Top 10 e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Top 10 – Guitarristas (Safados)

  1. SIMPLESMENTE FANTÁSTICO!!! RENATO GAÚCHO DAS CORDAS FOI MÍTICO!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s