O que fazer (ou não) no Festival do Japão – Ed. 2013

Nobres, o Festival do Japão é logo ali (dias 19/20/21 de Julho no Centro de Exposições Imigrantes), então vou tentar mandar umas observações do que você DEVE fazer (talvez dessa vez até escreva o que você NÃO DEVE FAZER)

Sambora:

– DINHEIRO!!!!!

Eu sei que você vai lá pra COMER, não adianta mentir e falar que é só pra ver os shows do palco principal, ou só ver o Akiba Space ou o Miss Festival. E já que você vai COMER, deixo a dica que boa parte (talvez a grande maioria) das barracas não aceitam cartão débito/crédito.

Tá, grandes bosta. E Ai? A dica de verdade é: LEVE DINHEIRO VIVO (Notinhas, moedinhas e afins).

NÃO FIQUE PANGUANDO DE TIRAR DINHEIRO DOS CAIXAS ELETRONICOS DO LOCAL. Nas horas de pico (oi Sabado/Domingo a tarde!) as filas ficam pornográficas e você não vai querer gastar tempo a toa  (ainda mais que sempre tem gente que consegue levar um ano na máquina) só pra tirar dinheiro sendo que você poderia bem estar na fila pra comer (ou fazendo qualquer outra coisa) nesse meio tempo.

Aproveitando, se puder levar uns dinheiros trocados em vez de Onças ou Peixes… ALL THE BETTER, não fique causando nas barraquinhas pegando um churrasquinho de shimeji com bacon de, sei la, 6 reais e pagar com Cenzão.

Aliás, levar dinheiro tb ajuda na hora de pegar o ingresso na Porta, as filas pra pagar em dinheiro geralmente são menores, mas ainda assim… dá pra comrpar o ingresso antecipado no proprio site http://www.festivaldojapao.com -> tem la tb os pontos de venda.

– O QUE DIABOS COMER?

De boa, você não vai la comer YAKISOBA, certo? Sem querer ser mais chato do que já sou: Eu adoro Yakisoba. pra diachos, mas se tu vai prum Festival com grande diversidade gastronomica… NÃO COMA YAKISOBA (Assumo que já comi, mas…). O legal é experimentar / matar saudade coisas que você não vê acha em qualquer lugar.

Dicas de Jespinho nesse caso: Okonomiyaki (especialmente o de Wakayama-ken), Torimeshi e Gyuutataki (Oita-ken), Sanma / Nishin / Lula na brasa, Espetinho de Shimeji com BACON, Wagyuu, Okinawa Soba, Shogayaki (Shogayaki é sempre só alegrias), blablabla (só não vá comer Yakisoba, por favor). Se você gosta de doce, sempre tem a opção do Tempurá de Sorvete e Dangos.

Ah, a barraca de Ehime (salvo engano meu) tem umas caipirinhas de sake de diversas frutas (Granola) bem honestas e recomendáveis.

– Melhores Horários e Dias

Sexta é um dia bem legal se você não tem a mínima vontade de enfrentar aglomerações. Mas… tudo tem dois lados (ou mais, depende do ponto de vista): Não são todas as barraquinhas que funcionam e não tem muitos shows (a maior parte dos MAIN EVENT são no sab/dom)

Sábado é pra mim o dia mais legal por ter o Miss Festival shows no mínimo agradáveis e não ser extremamente abarrotado como domingo. Mas o Festival fica bem cheinho la pelo horário do almoço (pico entre 14-16h), então você vai acabar pegando algumas filas pra comer (Okonomiyaki principalmente haha). Chegando la pelas 16h. dá pra comer mais sossegado e de quebra chega em tempo de ver o Miss Festival. Ou você pode chegar mais cedo, tipo umas 11h se quiser só comer, dar uma andadinha, comprar coisas e vazar (tipo o que minha mãe faz haha).

O Festival fica bem abarrotado no Domingo e se bobear você não consegue aproveitar BEM do jeito que você gostaria. Não que seja RUIM, mas pessoalmente não sou entusiasta de corredores cheios e filas gigantescas e também não sou entusiasta de Cosplay (a Final do World Cosplay Summit ocorre nesse dia).

Creio que Domingo também fica até um tanto sossegado se você chegar umas 11h, comer de buenas e afins…

– Como Diabos ir?

Tem busão e lotação que vai gratuitamente pro Centro de Exposições Imigrantes do Metrô Jabaquara. Descendo na estação já tem os Voluntários que vão dar as indicações para tal. Além disso, o preço do estacionamento não deve ser muito barato.

Se você não tiver com vontade de pegar busaozinho/lotacao pra ir, ou for um voluntário que chega antes dos onibus circularem: Dá pra ir a pé do Metrô até o Centro de Exposições DE BOA, não dá nem muito tempo de cansar, pq é uma descida HAHA

Ah, não sei se cabe bem nesse tópico e sei que pessoas que estão em São Paulo manjam, mas: O dia pode estar maravilhoso, com um belíssimo dum sol e calor, mas… leve uma Blusa se você pretende ficar até um pouco mais tarde. O lugar lá fica uma friaca (gostosa) mais tarde.

– Comida, horário, como ir… mas o que dá pra ver?

Diversos shows e workshops. Area mais dedicada a Artes / Jogos japoneses (shodo –dale Ibaraki!-, kirigami, sumie, poesia, go, shogi), um palco dentro do próprio galpão, além de apresentações espalhadas pelo Festival. Ah! Tem o Palco principal.

No Palco Principal rolam aquelas atrações que se não tem, não é um Festival Japones (oi! Joe Hirata, Edson Saito) e se você nunca viu, tem que ver pra completar a experiencia de um Festival Nipônico hehe.

Ah, é tradição: tem que ver o Miss Festival haha

– Voluntários (Guia Informal de Jespinho)

O Guia oficial dos voluntários é bem didático, mas não custa dar uns toques aqui se você resolveu dar uma força pro negócio:

1) O mais básico: Use roupas / calçados confortáveis. Por mais que você ache que ficará AS PAMPA em algum lugar, podem precisar de ti pra outras funções que exigem andadas, logo… andar de coturnos gigantes, sobretudo, salto gigantesco ou coisa do tipo não parece uma decisão exatamente sábia.

2) Ainda sobre roupa: Leve alguma troca de roupa ou blusa na mochila, citei num tópico do post que o clima muda absurdos, pois é… LEVE BLUSA, mesmo que esteja 32° durante o dia e você tá de boas de camiseta básica branca.

3) Todo voluntário já caiu na cilada de ficar no metrô.

4) Sei que andar dá mó trabalho, mas se tu for voluntário e tiver uma fila considerável pro Busão rumo ao Festival, largue a preguiça e vá a pé até o Centro, não é o fim do mundo.

5) Tenha paciencia com o povo do Carga e Descarga. Eles são trolls, mas são mor bonzinhos e solícitos. E claro, se você tiver o espírito necessário junte-se a nós eles.

6) Participe do Bolão do Miss Festival (aposte numa candidata na Sexta-Feira), o vencedor do ultimo ano ganhou umas cervejinhas a pampa apostando NAQUELA LINDA da Adrielle Iwai.

– Infos:

Local: Centro de Exposições Imigrantes
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo
Ônibus gratuito no metrô Jabaquara, das 8 às 22 horas
Ingressos – R$ 8 (antecipados) e R$ 10 (no dia)
Entrada gratuita para crianças até 8 anos e idosos acima de 65 anos

19/07 – 12 às 21 horas

20/07 – 10 às 21 horas

21/07 – 10 às 18 horas

Sobre Jespinho

Sub-Sub-Sub-Celebridade, Ranzinza, Resmungão, Puto, Apreciador/Pseudoentendedor de Cerveja, Apreciador de Futebol e Basquete Pragmático. Um dos piores guitarristas que você verá na vida... Entusiasta de Desafinadas nos Karaokes da Liberdade.
Esse post foi publicado em Niponicidade e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s