Random Thoughts: Encerramento Londres 2012

A PEDIDOS (haha) algumas impressões (ou seria isso um Review? haha) da parte musical do Encerramento dos Jogos Olímpicos Londres 2012… Assumo que não assisti a parte brasileira (com todo respeito… não é nem pseudagem nem nada, mas não consigo ouvir Seu Jorge e Marisa Monte).

(Bah, o texto ficou grande, até eu tenho preguiça de ler pra ver se tem uns erros muito absurdos haha, quem tiver com coragem, boa leitura HAHA)]

– Primeira e gigantesca sorte: U2 é Irlandes!!!! Logo não tivemos que aguentar toda a chatice dessa banda superestimada e a chatice do Bono Vox.

– No início tivemos Emeli Sande (ok), Madness (e o queridíssimo One Hit Wonder: Our House, música altamente SongPop haha), com leves toques de Pet Shop Boys e o tal do One Direction. Nada contra o tal do One Direction em si que nem conhecia, mas com tanto artista mais afirmado e histórico no reino Unido… achei bem tosco isso aí.

– As coisas começaram a ficar um tanto mais legais com a entrada de Ray Davies, tocando uma das músicas britânicas mais bonitas OF ALL TIME, Waterloo Sunset do maravilhoso The Kinks. A música é tão boa, que até na versão safadesca do Def Leppard arregaça.

Esperava algo mais exagerado e bichesco por parte de George Michael, não que tenha sido ruim… o cara é monstrão e pá, mas hj em dia até RICKY VALLEN é mais afetado. Não tenho muitas palavras pra falar do meia-boca Kaizer Chiefs tocando Pinball Wizard, mas preciso dizer que achei uma vergonha.

– O que falar da patética participação do Russell Brand nesse evento? Certamente o pior de todo encerramento disparado, ele devia ter vergonha de assassinar uma música tão legal quanto I am the Walrus. O respeito que ele tinha por ter sido casado com a Katy Perry se foi, de boa.

– Momento Pop com Fatboy Slim foi legal (Rockafeller eterna), assim como a Jessie J mandando o seu hit Price Tag e o Cover de Bee Gees , animando bastante os atletas presentes e tudo, mas aquele som do Taio Cruz é HORRENDO, anyway, passou meio batido… A Jessie J é boa, diga-se.

Spice Girls se reuniram para se apresentar na Cerimônia de Encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres  Foto: Getty ImagesEric Idle foi MITO, M.P. eterno. Porém, ver Spice Girls foi algo sensacional. Não dá pra negar, ainda mais pra quem é pelo menos de 88+-… Rever Emma, Geri, Mel B, Mel C e Victoria foi fantástico (dois grandíssimos clássicos ainda: Wannabe e Spice Up Your Life) e merece algumas colocações: Geri continua sendo mítica (sipá tá ainda melhor que no auge haha), enquanto a Emma não é mais a Baby Spice, rumando de vez a ser uma bela MILF Spice. Mel C… Ah Mel C… continua sendo a melhor Spice, obvio (e com os melhores sons na carreira solo).

(A melhor música das Spice Girls ainda é 2 Become 1 :P)

Liam Gallagher, atualmente da banda Beady Eye, cantou Wonderwall, do Oasis  Foto: Reuters

Aliás, a partir de Spice Girls o bicho começou a pegar fogo… pq tivemos Beady Eye, de Liam Gallagher matando ainda mais de coração as pessoas que viram muita MTV (e o famoso Top 10, com a Sabrina Parlatore haha) e tem Wonderwall como uma de suas músicas favoritas. Seria mais mágico se fosse uma própria reunião do Oasis, mas não daria muito certo, os Gallagher sairiam na mão ou coisa do tipo HAHA. Ah sim, registro importante: Oasis é MUITO MELHOR e CHUTA BUNDA de qualquer banda britânica da década passada.

– Como bom rapaz tendencioso, acho que nem preciso dizer que a melhor apresentação da noite foi do MUSE, música tema dos Jogos, Survival estará no 2nd Law. Além de um baita de um montro em guitarra / piano / qqmerdaquedêpraele, Bellamy é o frontman mais fodão da atualidade, foi coisa lindíssima… e como Muse é fodão, tinha que ter algo fodão também logo depois né?

Brian May, guitarrista do Queen, e a cantora Jessie J  Foto: Bruno Santos/TerraEntão… rolou a imagem do Freddie Mercury comandando o público, com um solo do Brian May (E SEU BELO VISU) e uma das melhores canções da história do rock (mesmo sendo absurdamente carne de vaca, tem que respeitar… Londres 2012 sem We Will Rock You seria um CRIME), com vocais da Jessie J e veja bem… Ela é BOA hehe, mas não dá pra ela mandar esse som né…

– Wish You Were Here foi um crime, a música é maravilhosa, e a capa sendo representada foi coisa lindíssima (de arrepiar mesm) e foi bem legal ver Mike Rutherford (de um tal de GENESIS…) participando, mas o tal do Ed Sheeran é DE FODER, vai se ferrar, puta nefando do caramba, matou todo o tesão e lindeza do som. E não é só pq o cara é uma grandíssima duma porcaria… não deu pra não sentir falta ao menos de Gilmour OU Waters, nem precisava ter os dois juntos hehe.

THE WHO eterno pra fechar a bagaça toda, melhor só se tivesse o Keith Moon pra destruir a bateria, dando um jeito de pegar o fogo olimpico e tacar em toda a galera hehe

(obviamente ao longo de todo encerramento rolou referencias de Beatles)

Agora o momento mala… o que eu gostaria que rolasse (ou não…):

– Po, sei que é mala e coisa de ROQUEIRO MALVADO CHATO, mas seria MUITO LINDO se rolasse um Led Zeppelin (com o Bomhan filho na batera hehe) ou um Black Sabbath, por mais que as outras bandas tivessem um apelo comercial maior…

Não, não faria nenhuma questão de ter Metal ali, mesmo que o Iron Maiden seja gigante coisa e tal, muito menos Judas Priest, Saxon ou qualquer outra banda da NWOBHM. Só seria muito louco se fosse o Napalm Death e tocassem You Suffer.

– Tudo bem que rolou uma referência legal ao David Bowie, mas se tivesse uma performance dele seria muito mais lindão. Assim como seria legal se tivesse Morrisey / The Cure ou algo do tipo… e obviamente tb seria legal se tivesse alguma referencia BEM LEGAL do Sex Pistols (Anarchy in the UK, claro :P), mas acho que não seria recomendado pro evento né?

e pra fechar, o que seria a atração mais legal?

junkies348975349.jpgPete Doherty e The Libertines (ou mesmo o Doherty só ao lado do Carl Barat, já que são os 2 que garantem o trem), com participação da Kate Moss, já que ela tava por lá mesmo…. Pete e Kate Moss, poderiam voltar a ter um relacionamento saudável a partir dessa performance

Seria mais ou menos asssim: Além da música (sei la… Time For Heroes, em homenagem aos medalhistas…), Doherty e Kate voltam ao seu mundo de crack, heroína, pó e afins em pleno palco, levando o público ao delírio (e eles próprios também). Os 2 são inseparáveis como heroína e seringa, só eles não sabem.

Cabô. Ah! Tem aqui… Fotos Legais do Evento.

Ah… a melhor foto que achei pra acabar. falô.

Football superstar: Pele appears on stage, wearing Brazilian colours, for a performance with former street cleaner Renato Sorriso

Ambrósio é MARAVILHOSA, mas é o Rei, entende?

Sobre Jespinho

Sub-Sub-Sub-Celebridade, Ranzinza, Resmungão, Puto, Apreciador/Pseudoentendedor de Cerveja, Apreciador de Futebol e Basquete Pragmático. Um dos piores guitarristas que você verá na vida... Entusiasta de Desafinadas nos Karaokes da Liberdade.
Esse post foi publicado em Esportes, Pink Floyd, Random, Roque e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Random Thoughts: Encerramento Londres 2012

  1. Não há o que adicionar. Perfeito!!

  2. Mario disse:

    Cara, DO CARALHO! Melhor review sobre o evento!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s